Dia do Antigo Aluno

//Dia do Antigo Aluno
Dia do Antigo Aluno 2018-01-03T18:47:29+00:00

8 de Dezembro de 2017

Homenagem à professora Isabel Almeida no ano em que se retira da sua actividade profissional no Colégio.

Antigos Alunos saídos há 50 Anos

Antigos Alunos saídos há 25 Anos

Antigos Alunos saídos no último ano lectivo

Entrega do Prémio José Carlos Belchior 2017 ao AA Afonso Rhodes Sérgio.

Discurso de encerramento do Presidente da Direcção da Associação dos Antigos Alunos

Rev Padre Superior do Centro Inaciano do Lumiar

Rev Padre Assistente da Associação dos Antigos Alunos

Rev Padres

Caros membros da Direcção do Colégio

Caros Professores, funcionários e antigos funcionários do Colégio

Caros representantes dos Colégios de Santo Tirso e da Imaculada Conceição

Caros representantes das Associação de Pais e da Associação de Alunos

Caros antigos Presidentes e Vice Presidentes da Associação dos Antigos Alunos

Cara Secretária da Federação Espanhola de Antigos Alunos dos Jesuítas

Caros Presidente da Assembleia Geral e Presidente do Conselho Fiscal

Caros membros da Direcção

Caros Antigos e Antigas Alunas

Caros convidados

Estamos uma vez mais reunidos a celebrar os Antigos Alunos deste Colégio. Um espirito de festa, de alegria, de algumas saudades e de esperança no futuro que se avizinha. Não é por acaso que o celebramos em dia da Imaculada e com os primeiros passos dados a caminho do Natal. Festejamos o tempo passado, mas com consciência de um presente e a olhar para o futuro.

O tempo é de balanço, por mais um ano passado e do trabalho realizado neste mandato da Direcção da Associação. Em Março teremos eleições e candidatos e candidatas precisam-se!

Quero começar por agradecer: agradecer tudo o que recebemos nestes três anos e agradecer a todos os que o tornaram possível. Agradecer aos que estiveram mais perto, mais interventivos, mais inconformados. Mas também aos outros que discretamente contribuíram para a realização das nossa acções e dos nossos objectivos.

Há três anos criamos metas, algumas ambiciosas – irrealistas dirão alguns – agrupadas por várias dimensões do nosso dia a dia: Social, Espiritual, Cultural e Recreativa.

Mantivemos a presença na Festa da Família Colegial e fomos para a Quinta da Taipa festejar no campo.

Ajudámos a formar equipas de Antigos Alunos no basquete, no futebol, no padel e no voleibol. Ficamos todos orgulhosos dos feitos que os nossos atletas alcançam com as cores da nossa Associação.

Trabalhamos com o Colégio e com os Alunos proporcionando a finalistas o primeiro contacto com realidades profissionais. Regressamos à Igreja e ao refeitório para festejar este dia 8 e escolhemos entre todos nós um dos que melhor nos representa pelo seu mérito, pela sua determinação, pelo seu serviço aos outros. A Isabel Stilwell e o António Pires de Lima juntaram-se à galeria de Antigos Alunos que gostamos de identificar como nossos colegas.

No campo espiritual não avançamos tanto como gostaríamos. As ideias são boas mas as opções de tempo e lugar não foram as melhores: os Exercícios Espirituais e Eucaristia para Antigos Alunos será um tema a ter em conta no ano que se avizinha. Celebraremos sem dúvida Santo Inácio e São João de Brito. Manteremos São Roque como referência da Companhia em Lisboa e teremos sempre o nosso Colégio para regressar.

Finalmente a dimensão social da Associação.

Não foi inocente deixar este tema para o final. Sinto mesmo que este tema deve ser daqui para a frente o tema principal que nos une e move como Antigos Alunos deste Colégio.

Há umas semanas escrevi aos Sócios sobre o convite feito aos Antigos Alunos por parte do Padre Provincial, orientado por conversas que fomos tendo durante algum tempo. Sobretudo que sentido de missão deveríamos ter como resultado da nossa educação para o serviço. Homens e Mulheres para os outros e com os outros.

Uma reflexão que foi beber às reuniões tidas em Roma com os nossos colegas do mundo inteiro e inspiradas pelas palavras do Papa Francisco e também às cartas do Padre Pedro Arrupe sobre o papel dos Antigos Alunos como protagonistas no trabalho da Companhia.

Integração. Educação e Solidariedade.

Ajudar a integrar através do Serviço Jesuíta para os Refugiados. O problema é enorme e tem rosto nas centenas de pessoas que o JRS apoia diariamente. E temos oportunidade de ajudar todos eles comprando uma viatura nova. O desafio é grande mas acredito que grande será a nossa generosidade.

Educação. Esta é a palavra chave para o nosso futuro colectivo. Uma sociedade educada e esclarecida é também uma sociedade mais solidaria e inclusiva. Somos todos parte de uma comunidade global e cidadãos do mundo. O nosso papel enquanto Antigos Alunos é promover e actuar neste espirito. A Fundação Gonçalo da Silveira é um instrumento da Companhia para esta missão de sensibilização, educação e acção junto da sociedade civil onde se insere. E nós podemos ajudar na concretização destas acções e da divulgação do trabalho da Fundação.

Solidariedade. Entre nós – Claro! e com os outros – sem dúvida. Aqui perto, do outro lado do Tejo, há um pequeno projecto que alimenta esperança a muitas crianças. Crianças iguais às que correm nos corredores deste Colégio mas com muito mais que duas margens a separá-las. São filhos de famílias desestruturadas, com insucesso escolar, com tendências para a marginalidade. Mas são crianças… e no Pragal essas crianças aprendem uma vida com futuro. O P. Amadeu Pinto garantiu que por lá se faz o bem bem feito. E nós somos parte desse bem, com a nossa pequena ajuda conseguimos manter o trabalho do Centro.

Solidariedade entre todos.

Para um bem maior.

Talvez sejam palavras como estas que nos unem desde os nossos tempos de escola.

Que sejam palavras como estas que nos mantenham unidos nesta missão que hoje vos proponho. Através desta Associação de Antigos Alunos que une as nossas memórias, mas que nos convida diariamente a sermos protagonistas de um mundo melhor.

Muito Obrigado.

Joaquim Cannas | Presidente da Direcção

Poderá ver outras imagens do dia na página oficial da Associação no facebook.