8 de Dezembro de 2016

Homenagem ao AA Aurélio Carlos Moreira por ocasião dos seus 60 Anos de actividade profissional na rádio.

Aurélio Carlos de Alpoim Pereira Moreira nasceu no Porto a 4 de Dezembro de 1938.

Com 10 anos entrou no novo Colégio S. João de Brito com o número 68 ao lado do seu irmão Carlos, ficando até 1953. Foi um dos primeiros a frequentar as salas da velha “casa velha”.

A rádio foi uma das primeiras paixões… talvez a primeira e sem dúvida verdadeira pois foi há 60 anos. O Aurélio, o nosso colega Aurélio é o mais antigo profissional no activo da rádio em Portugal e é justo nos associarmos aos inúmeros ouvintes que diariamente ouvem o Aurélio Carlos Moreira nestas 6 décadas. Diz, quem faz, que a rádio é uma paixão, um vício mais profundo que imprensa ou a televisão.  É este vício que faz sorrir o Aurélio, mais que o seu Belenenses ou a que a cidade invicta.

É sempre de sorriso aberto, de palavra amiga, de companheirismo e amizade que o Aurélio nos recebe, aos microfones ou cara a cara… um homem que nos dispõe bem, que sabe viver, que foi educado para servir.

Antigos Alunos saídos há 50 Anos

Antigos Alunos saídos há 25 Anos

Antigos Alunos saídos no último ano lectivo

Entrega do Prémio José Carlos Belchior 2016 ao AA António Pires de Lima

Discurso de encerramento do Presidente da Direcção da Associação dos Antigos Alunos

Rev Padre Superior do Centro Inaciano do Lumiar

Rev Padre Assistente da Associação dos Antigos Alunos

Rev Padres

Caro Presidente da Federação Europeia de Antigos Alunos dos Jesuítas

Cara Secretária Geral da Federação Espanhola de Antigos Alunos

Caros membros da Administração do Colégio

Caros Professores, funcionários e antigos funcionários do Colégio

Caros representantes dos Antigos Alunos dos Colégios de Santo Tirso e da Imaculada Conceição

Caros representantes das Associação de Pais e da Associação de Alunos

Caros Antigos Presidentes e Vice Presidentes da Associação dos Antigos Alunos

Caros Presidente da Assembleia Geral e Presidente do Conselho Fiscal

Caros membros da Direcção

Caros Antigos e Antigas Alunas

Caros convidados

Foi apresentado há poucos dias o Plano Apostólico da Província Portuguesa da Companhia de Jesus para o período 2016-2022 que orienta cada jesuíta e as obras relacionadas com a Companhia.

Um documento que apela ao serviço da fé, à promoção da justiça e ao diálogo intercultural e inter-religioso, num contexto plural e crescentemente secularizado.

Em cada uma destas dimensões, três focos deverão concentrar a atenção de cada jesuíta e de cada obra, os seus planos, as suas energias e criatividade e orientá-los nas suas opções apostólicas.

Como Associação de Antigos Alunos dos Jesuítas também devemos beber destas orientações. Como comunidade, pelo exemplo e pela partilha, devemos ser testemunhas reais de fé. Na ajuda ao próximo, no acolhimento dos Antigos Alunos fragilizados ou descrentes, com verdadeiro espírito de misericórdia. Como Associação, através do trabalho do Provedor, identificamos, analisamos e damos respostas concretas a Antigos Alunos em dificuldade.

Não deixamos de nos identificar com a Companhia que nos une e, diariamente, marcamos presença nas Obras, nos Colégios, nos Centros, em missão um pouco por todo o lado.

Continuamos a canalizar grande parte do valor das quotas dos Associados para ajuda a famílias do Colégio, suportando parte dos custos do ensino dos seus filhos através de bolsas de estudo e este ano também ajudámos o Centro Comunitário e Juvenil Padre Amadeu Pinto no Pragal que acolhe crianças em risco e apoiámos o Colégio, comparticipando uma parte dos custos, relacionados com as atividades das férias desportivas dos meninos que vieram dos países de Leste.

Em Setembro, tivemos o previlégio de ouvir de perto as palavras do Papa Francisco numa audiência que concedeu aos representantes das Federações Europeias de Antigos Alunos e aos membros da Confederação Europeia e União Mundial de Antigos Alunos que se reuniram em Roma. O tema do encontro falava de migrantes e refugiados, falava de acolhimento e de justiça. O Papa desafiou-nos a acolher e a combater a injustiça e a nossa resposta passa por uma das Obras dos Jesuítas.

O Serviço Jesuíta aos Refugiados é uma organização internacional da Igreja Católica, fundada em 1980, sob responsabilidade da Companhia de Jesus. O JRS tem como missão «Acompanhar, Servir e Defender» os refugiados, deslocados à força e todos os migrantes em situação de particular vulnerabilidade.

Dizia-nos o Papa: “Hoje mais que nunca, quando a guerra continua em diversas partes do mundo, quando um número nunca antes alcançado de refugiados morre tentando atravessar o Mar Mediterrâneo — que se tornou um cemitério — ou passa anos sem fim nos campos, a Igreja precisa que bebais da coragem e do exemplo do Padre Arrupe. Mediante a vossa educação jesuíta fostes convidados a tornar-vos «companheiros de Jesus» e, com santo Inácio de Loyola como vosso guia, fostes enviados ao mundo para serdes mulheres e homens para e com os outros. Nesta conjuntura da história, há grande necessidade de pessoas que escutem o grito dos pobres e respondam com compaixão e generosidade.”

A Missão que nos é proposta é difícil mas temos que iniciar o caminho.

A nossa Associação pode e deve ser plataforma de inter-ajuda entre os seus membros e corpo comum de ajuda aos outros. Este é o desafio que nos pomos a nós próprios: sermos capazes de nos organizar na promoção daqueles que nos estão próximo.

Foi em 1982 que o Miguel Eiró deu a primeira resposta a este desafio, liderando a Associação dos Antigos Alunos. Criando um porto seguro onde muitos dos que andaram no Colégio se sentissem identificados com costumes e tradições que os primeiros anos depois da revolução impunham esquecer. Hoje, algumas dessas razões voltam a indignar os nossos pensamentos, mas muitas outras dão razão à nossa existência: A dimensão religiosa através do trabalho com o nosso Assistente, promovendo o atendimento, a missa mensal e os exercícios espirituais para Antigos Alunos. A enorme adesão ao desporto, com equipas de volei a competir em campeonatos nacionais, com o Padel, o basquete, o futebol. O trabalho que se está preparar nas áreas profissionais, com encontros temáticos e de orientação profissional a alunos. O novo site quer ser espaço de comunicação entre todos, temos on-line o Catálogo Geral dos Alunos: todos os que por aqui passaram desde 1947 estão identificados. Mas também espaço para notícias, loja para aquisição de produtos e serviços e a área Loyola onde somos convidados a escrever e a partilhar artigos entre todos.

Também as nossas congéneres nacionais estão em crescimento e é com alegria que vejo reaparecer as Associações dos Colégios de Santo Tirso e de Cernache. Em 2017 a Federação Portuguesa será uma realidade. E todas as semanas vamos recebendo mais Antigos Alunos que se vão identificando com a nossa Associação e com o nosso trabalho nas suas diversas dimensões.

A nossa sociedade está necessitada de exemplos positivos. De boas práticas no trabalho, nos amigos, nas famílias. De valores que aprendemos, vivemos e nos unem nesta grande família.

Possamos nós, Antigos Alunos do Colégio São João de Brito, tentar, em cada dia e em cada contexto, ser um desses exemplos ao serviço da fé, à promoção da justiça e ao diálogo construtivo entre todos.

Muito Obrigado.

Joaquim Cannas | Presidente da Direcção

Poderá ver outras imagens do dia na página oficial da Associação no facebook.